Ameaça de ataque de grupo extremista islâmico contra o papa preocupa Vaticano

O papa sentado numa cadeira com a mão no queixo
Um grupo pró Estado Islâmico coloca o papa Francisco como alvo de um ataque extremista. Filippo Monteforte/AFP

O principal assessor do Papa Francisco afirmou neste sábado que um vídeo de um grupo pró Estado Islâmico que coloca o pontífice como alvo é preocupante, mas lembrou que a segurança do Vaticano já está em alto nível.

O secretário de Estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin, funcionário número 2 da Santa Sé, disse a repórteres que tinha visto nesta sexta-feira o vídeo que indica que o papa é um alvo. Recentemente, outro vídeo transmitido por um canal pró Estado Islâmico sugeriu que a Itália seria o próximo alvo de um ataque extremista.

“Obviamente, não se pode deixar de se preocupar, sobretudo pelo ódio insensato que isso mostra”, disse. Parolin afirmou, porém, que o Vaticano não acrescentou novas medidas para o seu já elevado sistema de segurança.

Fonte: Associated Press